quinta-feira, 10 de abril de 2008

A EVOLUÇÃO DA LIDERANÇA

Gerir pessoas é uma arte, pois o homem é um ser que vive
naturalmente em grupos, os quais também constituem as organizações.
Estas se fazem presentes na escola, no trabalho, na igreja
e na vida social, e o homem depende diretamente delas. Segundo
Chiavenato (1989, p. 18), é difícil separar as pessoas das
organizações e vice-versa.
Os gestores estão assumindo maior parcela de responsabilidades
pelo acréscimo de valor de seus subordinados e, na organização,
desempenham o papel fundamental de determinar a direção
da sua equipe, estimular seus colaboradores e suprir suas
necessidades em busca do melhor resultado. É comum encontrar
engenheiros, economistas, médicos e outros profissionais assumindo
a função de gestores nas corporações, ao invés de um
profissional formado ou treinado para tal. Gestão de pessoas é
algo que se aprende com o tempo, não existindo uma fórmula
mágica que mostre como administrar as pessoas. Para Hersey e
Blanchard (1982, p. 105), a maioria das pessoas podem aumentar
sua eficácia em função de liderança através da educação,
do treinamento e do desenvolvimento”.
Analisando a evolução da gestão e estabelecendo uma comparação
entre o antigo modelo de administrar e o atual, constatase
que, nos dias de hoje, tem-se um gestor mais participativo das
atividades de toda a sua equipe e com uma visão global dos
negócios, diferente da maneira antiga de administrar, que tinha
como característica a visão local e regional. A gestão moderna
propõe que o administrador atual seja um facilitador dos seus
subordinados e que administre juntamente com as pessoas os
recursos organizacionais da empresa com visão externalizada para
o cliente.
Os primeiros líderes tratavam as pessoas como funcionários
contratados para ocuparem cargos de acordo com horários e
regulamentos internos e regras. A avaliação de desempenho envolvia
diversos aspectos, como assiduidade, pontualidade e disciplina
pessoal. Eram chefias, as quais, com a função de cobrar
produção, exerciam seu controle sobre as pessoas com autoritarismo.
Nesse contexto, a necessidade da mudança só era admitida
frente a uma crise, sendo que, nesse caso, o enfoque principal
era dado ao departamento.
Os novos conceitos da gestão dão ênfase ao líder democrático
e impulsionador de pessoas, focando conceitos modernos,
como motivação, liderança, comunicação, relacionamento interpessoal
e desenvolvimento de equipes de alto desempenho. A
avaliação de desempenho está sintonizada com a visão, metas e
resultados, principalmente com a contribuição pessoal do negócio
da empresa. Todas essas habilidades do novo modelo de
gestão expressam a importância da valorização do capital humano
– item mais importante de uma organização –, possibilitando
não somente o desenvolvimento de suas potencialidades, mas
também a superação dos seus limites.
Para Drucker (1999, p. 144), não há um conjunto de características
que descreva o líder ideal. Segundo o autor, “o que distingue
o líder do mau líder são suas metas. A segunda exigência
é que encare a liderança com responsabilidade”. O líder carismático
nem sempre pode ser considerado bom gestor, ressaltando a
importância de inspirar confiança e de possuir integridade em
suas ações. A nova visão estratégica deve criar, para o futuro, um
propósito positivo que seja contagiante e envolvente, para que
todos se sintam, de alguma forma, mobilizados a fazer parte de
redes dotadas de autonomia e flexibilidade das unidades de negócios
e centros de lucros das empresas.
A liderança bem exercida, de acordo com o novo modelo,
passa a atuar em um novo cenário de multiplicação de esforços,
podendo extrair a sinergia das pessoas em busca de melhores
resultados para todos, com ênfase no grupo e no trabalho conjunto e cooperativo.

Revista de divulgação
técnico-científica do ICPG
Vol. 3 n. 11 - jul.-dez./2007
ISSN 1807-2836

4 comentários:

Cristiane disse...

Adoramos o artigo e gostaríamos de utilizá-lo para o nosso TCC, mas necessitamos saber um pouco mais sobre o autor para que possamos citá-lo. Somos alunas de ADM da Faculdade Metropolitana de Caieiras, e ficaremos gratas se puder nos ajudar.Nosso e-mail: fmccris@yahoo.com.br/adrianasantosrosa@ig.com.
Sem mais para o momento, agradecemos de antemão.

Eduardo Benon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo Benon disse...

Muito bom o texto.Estou realizando um artigo cientifico como forma de TCC, o tema é "Evolução historica do perfil de liderança".O foco é traçar os motivos que levaram ao surgimento do tema assim como a mudança de sua abordagem, por isso gostaria de solitar as suas referências para o assunto e até mesmo sua opinião, assim com dados de publicações para possiveis citações.Obrigado
dudubenon@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Adoramos o artigo e gostaríamos de utilizá-lo para o nosso TCC, por isso gostaria de solitar as suas referências para o assunto e até mesmo sua opinião, assim com dados de publicações para possiveis citaçoes. Obrigado
lamicabueno@yahoo.com.br